Conclusão do TCC em 3 Passos

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples!

como fazer a conclusão do tcc

Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça!

Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o TCC Sem Drama e acompanha os meus conteúdos, você já sabe que há uma enorme chance das minhas opiniões serem absolutamente opostas às dos seus professores.  Com todo respeito, claro!

Agora, me diz uma coisa, e seja sincero: você acha mesmo fundamental uma parte do trabalho que simplesmente repete, de maneira resumida, partes anteriores? Fala sério!

A Conclusão do TCC pode ter todas as boas intenções do mundo, mas o que ela realmente faz é repetir (de forma resumida, como eu disse) o que você já escreveu antes! Duvida? 

Quando eu te mostrar os 3 Passos para montar a sua conclusão do TCC e te mostrar um exemplo (ainda neste artigo), eu acho que você vai concordar comigo.

Em primeiro lugar, eu preciso te dar os Parabéns! Afinal, se você não é um cidadão do mundo bizarro, onde tudo é ao contrário, se você está lendo este artigo e escrevendo a Conclusão do TCC, isso quer dizer que você já passou pela Estrutura Básica, Introdução, Fundamentação Teórica e Desenvolvimento. Show de bola!

E se você é aluno do nosso treinamento online ou se acompanha os conteúdos aqui do Blog ou do nosso Canal do Youtube, eu aposto que passou pelas etapas acima de forma mais direcionada, rápida e com menos stress.

Ah! E não importa se você está escrevendo um artigo (já viu nosso post que mostra como fazer o artigo em 5 Passos?) ou uma monografia (já viu nosso post que mostra como fazer a monografia em 5 Passos?) ou qualquer outro tipo de trabalho científico e acadêmico, as dicas a seguir podem ser aplicadas na conclusão do TCC, de qualquer TCC!

Então, vamos ao que interessa! Vamos aos 3 Passos que compõem a conclusão do TCC.

PASSO 1: Reforce a importância do seu estudo! (De novo?)

Lembra quando você escreveu a sua justificativa? Se você ainda não escreveu, eu recomendo que você veja isso: Como Fazer a Justificativa do TCC – a técnica do Roteiro de Consequências. Mas, partindo do princípio de que a sua justificativa já está pronta, agora você vai fazer algo muito parecido. Basicamente, reforçar a importância do seu estudo, os impactos que ele é capaz de promover para sua área de conhecimento ou para uma realidade específica, como um grupo social ou uma organização, por exemplo.

Diga (NESTA SEQUÊNCIA!) porque o seu trabalho é importante para você. Depois para o seu curso ou área de estudo. Depois para um contexto específico. Pense nos impactos do seu estudo e do que ele pode gerar como consequências… você está vendo a semelhança brutal com a justificativa? É como eu digo, repetição!

É claro que, na conclusão do TCC, você não vai escrever um texto idêntico ao da justificativa (você já estava pensando nisso, não é mesmo?). Você vai escrever com outras palavras. Ah! E tem um detalhe importante. Quando você escreveu a justificativa, você ainda não havia produzido todo o trabalho e desenvolvido toda a pesquisa, por isso, agora, na conclusão do TCC, você pode ter informações a acrescentar, que surgiram à medida que você produziu o seu conteúdo.

Uma vez reforçada a importância do seu trabalho para você, para a sua vida, para o seu curso, para a realidade acadêmica, para um contexto social restrito ou amplo, para o mundo e para o universo (essa parte é exagero, claro, a não ser que você esteja falando de temas como a fome no mundo, aquecimento global, conflitos mundiais ou algo do gênero), agora é o momento de passar para o 2º Passo da conclusão do TCC.

PASSO 2: Destaque os principais resultados da pesquisa! (De novo?)

Se você está produzindo a conclusão do TCC, você montou o conteúdo de desenvolvimento do seu TCC, você obviamente apresentou os resultados da sua pesquisa (seja ela bibliográfica ou de campo) e analisou esses resultados. O quê? Você não fez isso? Pára tudo! Acho que é hora de você dar uma olhada neste artigo: Como Fazer os Resultados e Discussão.

Mas veja bem, eu disse: os PRINCIPAIS. Ou seja, você precisa selecionar, entre os seus resultados, aqueles que são mais relevantes para repetir (de forma muito mais resumida e sucinta, claro!) na conclusão do TCC.

É repetitivo? Sem dúvida! Eu disse que seria. A conclusão do TCC, é, de modo geral, uma retomada do conteúdo anterior do TCC, incluindo o passo 1: importância do trabalho e o passo 2: destaque dos principais resultados da pesquisa.

Vou tentar ser ainda mais claro:

O que você precisa para montar 2 das 3 partes da conclusão do TCC está no próprio TCC, nas partes de Justificativa e Desenvolvimento.

conclusão do tcc

Acho que não dá para ser mais direto e claro do que isso… mas isso não me impede de tentar, é por isso que, ao final deste artigo, eu vou escrever um modelo comentado e resumido de conclusão, só para você visualizar o que eu estou falando. Modelos são muito esclarecedores! É por isso que no Treinamento Online do TCC Sem Drama, nós temos mais de 50 Modelos Comentados de TCCs Aprovados.

Mas, antes do modelo, vamos ao 3º Passo.

PASSO 3: Que tal sugerir novas abordagens de pesquisa? (Enfim… não é repetição!)

Finalmente, uma parte da conclusão do TCC que não é repetitiva. E, na verdade, nem é obrigatória. Mas posso te dizer uma coisa? Os orientadores costumam dar muito valor a essa parte. Então, é melhor incluí-la na conclusão do TCC.

E o que seria essa 3ª parte? Simplesmente sugerir novas linhas de pesquisa para o seu tema. Pense em novas situações de pesquisa e novas abordagens para o assunto do seu TCC. De repente, ao longo da produção do seu conteúdo, você pensou, em algum momento: “Poxa… seria interessante que alguém pesquisasse isso ou aquilo…” Se você pensou algo desse tipo, dê a sugestão agora!

Se não pensou, pense agora. Existem outros caminhos de pesquisa que podem ser associados ao seu tema ou assunto?

Por exemplo, se você estudou os efeitos da educação inclusiva sobre os alunos, não seria interessante sugerir que alguém pesquisasse esses efeitos tomando por base a família dos alunos ou os gestores escolares?

Percebeu? Novas linhas de pesquisa.

E pode ficar tranquilo. Na conclusão do seu TCC, você só precisa sugerir. Não precisa desenvolver a nova abordagem. (Acabo de ouvir um UFA!… saindo dos seus lábios…)

E, para Fechar com Chave de Ouro, vamos a um modelo de conclusão do TCC que aplica os 3 Passos que você acabou de ver até aqui.

Eu sou Administrador, Consultor em Desenvolvimento Humano, Professor de Marketing Digital… mas o meu exemplo trata de impactos dos transtornos mentais. Hein?

É isso mesmo, eu vou escrever (neste momento… é claro que você vai ler depois, mas eu juro que eu escrevi o conteúdo do zero) a respeito de um assunto que não é da minha área (ou áreas) de conhecimento. Calma. Você já vai entender porquê.

Eu tive algum contato com esse assunto específico porque estou orientando, através do Treinamento Online do TCC Sem Drama, uma aluna de Pós-graduação que está morando na Espanha (Barcelona! Chique, não?!) e que está desenvolvendo o seu trabalho sobre os impactos dos transtornos mentais.

Então, eu tive a ideia de escrever sobre esse assunto para provar 2 coisas:

  1. Que modelos devem ser compreendidos na sua estrutura e não no seu conteúdo;
  2. Que essa história de que você não consegue reproduzir uma técnica porque você não entendeu o modelo simplesmente porque ele trata de um assunto diferente do seu é uma BOBAGEM.

Quando você está diante de um modelo, preste atenção na estrutura da argumentação. Ou seja, no modo como os blocos de informações e ideias foram apresentados. É ISSO QUE IMPORTA! Compreendendo a estrutura do modelo a seguir, você pode aplicá-la a qualquer conclusão do TCC, ou melhor, de qualquer TCC, independente do assunto escolhido para o trabalho.

Então, segura aí que lá vai o modelo (perceba a ESTRUTURA!):

Conclusão do TCC – modelo – Passo 1 (a importância do trabalho):

Produzir o presente trabalho de pesquisa foi de suma importância para ampliar os conhecimentos do autor sobre tema tão presente na realidade profissional de sua área de estudo (a importância para mim – o autor, no caso, percebeu?). Discutir aspectos relacionados aos impactos sociais, notadamente no contexto familiar das pessoas que sofrem de transtornos mentais severos (leve retomada do tema, percebeu?), é muito relevante para a compreensão do ambiente que cerca o paciente e troca com este influências diretas.

Os estigmas gerados pela condição da pessoa acometida por um transtorno mental estendem seus reflexos não só sobre o próprio paciente, mas também sobre aqueles que com ele convivem. Desse modo, entender as variáveis que podem impactar esse cenário social, pode ser muito útil para o desenvolvimento de páticas sistêmicas e integradoras de tratamento, que, numa perspectiva mais ampla, considere não só as ações terapêuticas e medicamentosas que afetam o próprio paciente, mas também ações de conscientização que englobem parentes e amigos próximos. Assim, reforça-se a importância do assunto apresentado neste trabalho não só para os pacientes que sofrem de transtornos mentais, mas também para os seus familiares e amigos, assim como para os profissionais de saúde que se dedicam ao seu tratamento. (Percebeu como eu parto da importância do tema para o autor e passo pelos vários grupos e contextos afetados pelo assunto do TCC? Isso é um belo início de uma conclusão do TCC e pode facilmente ser reproduzido, a partir da mesma estrutura, para o seu assunto. Basta você tentar!)

Obs.: É claro que os trechos em preto são realmente o conteúdo que eu acabo de produzir e os textos em vermelho e itálico não apareceriam nessa suposta conclusão do TCC, afinal, são apenas os meus comentários para te situar quanto à estrutura de produção do texto.

Conclusão do TCC – modelo – Passo 2 (os principais resultados):

Partindo do objetivo de analisar os impactos sociais que recaem sobre os parentes e pessoas próximas dos pacientes que sofrem de transtorno mentais (retomada do objetivo geral do trabalho, para deixar claro que ele foi atendido… segue o fluxo…), verificou-se que um aspecto muito relevante é a extensão dos estigmas e do isolamento social que acomete o paciente também às pessoas que são responsáveis diretas pelos seus cuidados. Observou-se uma intensificação do impacto dos estigmas em relação aos filhos dos paciente, sobretudo aqueles que estão na infância ou adolescência e que sofrem em seu contexto escolar, a partir de um comportamento muitas vezes hostil dos seus colegas.

Não se trata apenas de uma mudança de condução das tarefas cotidianas, mas todo um quadro de desgaste e tensão que acompanham as pessoas que convivem diretamente com os pacientes acometidos de doenças mentais. Por isso, conclui-se que é altamente recomendável, inclusive para aumento das taxas de eficácia dos diferentes tratamentos, incluir entre as ações terapêuticas e medicamentosas, um auxílio psicológico e acompanhamento direto dos parentes e amigos dos pacientes que sofrem com transtornos mentais, com potencial de ganhos na efetividade do tratamento e redução das tensões que tal condição produz. (Aqui estão os principais resultados do conteúdo do trabalho. É claro que, ao longo dos capítulos do TCC, todos esses elementos são tratados com mais detalhes e há outros resultados apresentados e analisados. Mas, na conclusão do TCC, você só precisa reforçar, de maneira sucinta, os Principais Resultados.)

Conclusão do TCC – modelo – Passo 3 (sugestão de novas pesquisas):

Para finalizar, a partir dos conteúdos desenvolvidos para este trabalho, é possível notar que os impactos sociais dos transtornos mentais envolvem diferentes aspectos, que ensejam a possibilidade de novas linhas de pesquisa sobre o mesmo tema. É possível, por exemplo, confrontar os resultados do presente estudo com pesquisas aplicadas a transtornos mentais específicos. É possível, ainda, concentrar as pesquisas em grupos específicos, como os filhos ou pais dos pacientes que manifestam os transtornos mentais. (Simples e direto! Aí estão mais duas possibilidades de abordagens para pesquisas correlatas relacionadas ao tema do trabalho.)

E agora, só para que você tenha o modelo completo, sem os comentários, aí está a conclusão do TCC para você tomar como referência:

Produzir o presente trabalho de pesquisa foi de suma importância para ampliar os conhecimentos do autor sobre tema tão presente na realidade profissional de sua área de estudo. Discutir aspectos relacionados aos impactos sociais, notadamente no contexto familiar das pessoas que sofrem de transtornos mentais severos, é muito relevante para a compreensão do ambiente que cerca o paciente e troca com este influências diretas.

Os estigmas gerados pela condição da pessoa acometida por um transtorno mental estendem seus reflexos não só sobre o próprio paciente, mas também sobre aqueles que com ele convivem. Desse modo, entender as variáveis que podem impactar esse cenário social, pode ser muito útil para o desenvolvimento de páticas sistêmicas e integradoras de tratamento, que, numa perspectiva mais ampla, considere não só as ações terapêuticas e medicamentosas que afetam o próprio paciente, mas também ações de conscientização que englobem parentes e amigos próximos. Assim, reforça-se a importância do assunto apresentado neste trabalho não só para os pacientes que sofrem de transtornos mentais, mas também para os seus familiares e amigos, assim como para os profissionais de saúde que se dedicam ao seu tratamento. 

Partindo do objetivo de analisar os impactos sociais que recaem sobre os parentes e pessoas próximas dos pacientes que sofrem de transtorno mentais, verificou-se que um aspecto muito relevante é a extensão dos estigmas e do isolamento social que acomete o paciente também às pessoas que são responsáveis diretas pelos seus cuidados. Observou-se uma intensificação do impacto dos estigmas em relação aos filhos dos paciente, sobretudo aqueles que estão na infância ou adolescência e que sofrem em seu contexto escolar, a partir de um comportamento muitas vezes hostil dos seus colegas.

Não se trata apenas de uma mudança de condução das tarefas cotidianas, mas todo um quadro de desgaste e tensão que acompanham as pessoas que convivem diretamente com os pacientes acometidos de doenças mentais. Por isso, conclui-se que é altamente recomendável, inclusive para aumento das taxas de eficácia dos diferentes tratamentos, incluir entre as ações terapêuticas e medicamentosas, um auxílio psicológico e acompanhamento direto dos parentes e amigos dos pacientes que sofrem com transtornos mentais, com potencial de ganhos na efetividade do tratamento e redução das tensões que tal condição produz.

Para finalizar, a partir dos conteúdos desenvolvidos para este trabalho, é possível notar que os impactos sociais dos transtornos mentais envolvem diferentes aspectos, que ensejam a possibilidade de novas linhas de pesquisa sobre o mesmo tema. É possível, por exemplo, confrontar os resultados do presente estudo com pesquisas aplicadas a transtornos mentais específicos. É possível, ainda, concentrar as pesquisas em grupos específicos, como os filhos ou pais dos pacientes que manifestam os transtornos mentais.

E com essas explicações e o modelo, eu Concluo dizendo que:

Está provado que a conclusão do TCC é a Doce Arte de Encher Linguiça. MAS COM TÉCNICA!

E se gostou do conteúdo deste artigo ou se ficou com alguma dúvida ou quer trocar uma ideia comigo, deixa o seu comentário mais abaixo nesta página. Essa é uma das coisas que eu mais gosto de fazer no TCC Sem Drama: conversar com os alunos.

E se você ainda não conhece o Treinamento Completo do TCC Sem Drama, dá uma olhada na nossa página oficial. É só clicar em: www.tccsemdrama.com.br

Abraços.

Amilton Quintela

 

Sobre amilton

amilton

Administrador de Empresas, Sócio Proprietário da linQ Digital, Professor e Orientador de trabalhos acadêmicos em cursos de graduação e pós-graduação. Apaixonado pelas Soluções Simples e Impactantes, eu realmente acredito que ensinar significa Simplificar, Descomplicar as coisas. Por isso, eu criei o Maior Portal de Orientação de TCC do Brasil, o www.tccsemdrama.com.br. Idealizador de um Projeto Inovador e Exclusivo que já ajudou milhares de estudantes a terem o TCC Pronto em poucos dias, além de realizarem o Sonho da sua Formatura.